quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Crônica: de pai para filho

Filho
Sempre quis lhe dizer algumas coisas sobre dinheiro, então resolvi escrever essa carta, para que possa guardá-la e consultá-la quando bem entender. São três lições que aprendi com a vida e, agora, quero compartilhar esse meu tesouro. Preocupo-me muito com seu futuro e acredito que não há maior riqueza para lhe deixar do que CONHECIMENTO. Portanto, aqui vão minhas três dicas preciosas.

1) Para colher bons frutos, é preciso plantar antes
Todos os dias, você acorda de manhã, estuda, almoça, navega na internet, pratica esporte, janta e a noite vai dormir. Agora, imagine que esse montão de coisas que você faz são sementinhas que está plantando. Daqui a alguns anos, você certamente vai colher os frutos de cada semente plantada. Cabe a você decidir, dia a dia, que tipo de frutos quer colher. Com dinheiro a história é a mesma: se criar o hábito de guardar dinheiro e gastar pouco, terá como viver bem no futuro; se ao receber algum dinheiro pensa sempre em consumir tudo, quando ficar mais velho terá alguns problemas.

2) Não tenha tanta pressa
Para que uma árvore se torne grande e forte, demora muitos e muitos anos. Isso significa que as coisas não se conquistam da noite para o dia. Muitas vezes temos que esperar certo tempo até poder comprar alguma coisa, mesmo que dê vontade de ter logo. Pessoas com muita pressa, que querem ter tudo imediatamente, depois de alguns anos, não se tornarão árvores tão bonitas, grandes e fortes.

3) Sua maior riqueza está dentro de você
Em várias ocasiões, pessoas vão reparar no celular que você carrega, na roupa que está vestindo, ou na marca do tênis que está usando. Sei que é difícil não ligar para isso, mas você deve aprender a dar menos importância ao que você tem, e buscar sempre melhorar o que você é. Lembre-se que a verdadeira riqueza não está nas roupas e calçados caros que usamos, nem no celular de última geração, pois isso envelhece e perde valor com o tempo. Dinheiro deve ser usado de maneira inteligente, de forma a melhorar seu bem estar e possibilitar seu crescimento pessoal.

Concluindo: plante todos os dias boas sementes e tenha paciência para, no futuro, colher bons frutos, e assim se tornar uma pessoa melhor.

Obs: esse texto simula uma carta escrita de um pai para seu filho, de forma a convencê-lo, de maneira lúdica, sobre a importância da educação financeira.

CLIQUE AQUI e veja outros posts com crônicas e reflexões sobre Finanças Pessoais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SUA IMPRESSÃO SOBRE O ARTIGO

Postar um comentário